Artigo - Ouro Safra
Laranja: Exportações de suco fecham em alta de 23% nos oito meses da safra 2017/18
As exportações brasileiras de suco de laranja registraram resultados positivos no acumulado dos oito meses da safra 2017/2018. De acordo com os dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), entre os meses de julho de 2017 e fevereiro 2018, o volume embarcado de suco de laranja concentrado equivalente 66º brix fechou em 745.238 toneladas, um crescimento de 23% em relação ao mesmo período da safra 2016/2017, quando foram embarcadas 605.498 toneladas. Em receita, as vendas registraram um ganho de 24% e fecharam em US$ 1.355.443.000 ante US$ 1.091.041.000.
O avanço nas exportações vem puxado pelos bons resultados do suco em seus principais mercados. Responsável por cerca de 70% dos embarques de suco de laranja brasileiro, a União Europeia registrou um crescimento de 19% em volume, e somou 450.967 toneladas nesse período, ante as 380.199 toneladas da safra anterior. Em faturamento, as vendas para o bloco fecharam 19% acima da safra anterior, com um total de US$ 815.445.000, bem acima dos US$ 686.593.000.
Os Estados Unidos também voltaram a registrar ganhos significativos. Nos oito meses da safra os americanos receberam 190.383 toneladas, um crescimento de 42% ante as 133.856 toneladas registradas na safra anterior. Quando se observa a receita daquele mercado, as vendas somaram US$ 337.325.000, o que significa um avanço de 38% em relação aos US$ 244.115.000 registrados no mesmo período da temporada anterior.
Depois de apresentar retração nos embarques no acumulado até janeiro, o Japão se recuperou e as exportações aumentaram em 65% passando de 20.154 toneladas no período julho-fevereiro da safra 2016/2017 para 33.182 toneladas na safra atual. Já o faturamento registrou um aumento de 92%, saindo de US$ 32.902.000 para US$ 63.310.000. Para o mercado chinês os embarques avançaram em 13% e alcançaram 24.023 toneladas ante 21.335 toneladas, enquanto o faturamento passou de US$ 38.724.000 para US$ 47.803.000, valor 23% superior se comparado ao período anterior. Para outros destinos houve recuo de 14% no volume que passou de 41.186 toneladas para 35.509 toneladas e de 4% em valor, passando de US$ 73.169.000 para US$ 69.982.000.

Fonte: noticiasagricolas 
Estudo avalia impacto de fontes de nitrogênio sobre produtividade do feijoeiro e emissão de gases de 25/06/2018
Especialistas da Embrapa Arroz e Feijão e do Instituto Federal de Pernambuco publicaram estudo...
Artigo Leia mais
Pesquisa desenvolve primeira soja tolerante a percevejo 25/06/2018
A primeira cultivar de soja com tolerância ao ataque de percevejos foi registrada pela Em...
Artigo Leia mais
Rally em Chicago retira pressão de queda maior do milho, à espera das sanções chinesas aos EUA 24/06/2018
O milho viveu de intenso rally nesta sexta-feira (15) na Bolsa de Chicago, com o mercado tentan...
Artigo Leia mais
Milho: Em Chicago, mercado inicia semana em campo negativo focado nas tensões entre EUA e China 24/06/2018
Os futuros do milho iniciaram a semana em campo negativo na Bolsa de Chicago (CBOT). As princip...
Artigo Leia mais

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados