Artigo - Ouro Safra
Safra 2018 será de 226,1 milhões de toneladas, diz IBGE.
Safra agrícola de 2018 deve totalizar 226,1 milhões de toneladas, uma queda de 6,0% em relação à produção de 2017, o equivalente a 14,5 milhões de toneladas a menos. Os dados são da primeira estimativa para 2018 do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de fevereiro, divulgado na quinta-feira (8/2), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O resultado é 1,8 milhão de toneladas maior, alta de 0,8%, ante o estimado pelo terceiro prognóstico para a safra de 2018, divulgado em janeiro, que apontava para uma produção de 224,3 milhões de toneladas. Em 2017, a safra somou 240,6 milhões de toneladas, resultado 29,5% maior que o de 2016, ou 54,8 milhões de toneladas a mais, de acordo com o IBGE.
Ainda na primeira estimativa de 2018 para a safra, o IBGE aponta para uma área plantada de 61,220 milhões de hectares, alta de 0,1% ante a área plantada em 2017.

Soja

A safra brasileira de soja de 2018 deverá totalizar 112,4 milhões de toneladas, uma queda de 2,2% em relação à produção de 2017. Os dados são da primeira estimativa para 2018 do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de fevereiro, divulgado nesta quinta-feira, 8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
"Apesar da expectativa de uma boa safra em 2018, o resultado deve ficar abaixo dos volumes alcançados em 2017, quando o clima extremamente favorável e os elevados investimentos nas lavouras proporcionaram safra recorde ao País", diz a nota divulgada há pouco pelo IBGE.
Para a área plantada, o IBGE estima que a soja ocupará 34,6 milhões de hectares na safra atual, aumento de 1,8% em relação a 2017. "Com a cotação do milho em baixa durante o ano de 2017, a produção de soja voltou a ser mais atrativa aos produtores na primeira safra, com retomada de parte da área destinada ao milho 1ª safra em 2017", diz a nota do IBGE.
Com essas estimativas, a soja deve responder por aproximadamente 49,7% na produção nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2018. A estimativa de rendimento médio aponta queda de 4,1%, podendo alcançar 3.253 kg/ha, conforme o IBGE.
"Apesar do atraso no plantio, em consequência das chuvas tardias, as constantes chuvas ocorridas nos meses de dezembro e janeiro nos principais Estados produtores têm favorecido o desenvolvimento da cultura. No momento, as atenções se voltam para o período de colheita, quando podem ocorrer perdas em decorrência do excesso de precipitação nestas mesmas regiões", diz a nota do IBGE.
Do ponto de vista regional, Mato Grosso deverá, novamente, liderar a produção nacional de soja, com participação de 27,3%, ou 30,7 milhões de toneladas. Houve um incremento de 1,1% na área plantada no Estado, totalizando 9,4 milhões de hectares, enquanto o volume a ser colhido, em 2018, apresentou aumento de 0,8% em relação ao ano anterior, nas estimativas do IBGE.

Fonte: revistagloborural 
Mamão: Frutas maduras afetam mercado do formosa 25/02/2018
O excesso de frutas maduras continuou afetando a comercialização do mamão formosa nesta sema...
Artigo Leia mais
USDA reporta a venda de 115 mil toneladas de milho ao Egito 25/02/2018
Na sexta-feira (23), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou a venda d...
Artigo Leia mais
Citros/Cepea: oferta reduzida mantém preços da laranja em alta 24/02/2018
A oferta de frutas de qualidade continua bastante limitada no mercado paulista de laranja, o qu...
Artigo Leia mais
USDA anuncia nova venda de 110 mil t de soja para destinos não revelados 24/02/2018
O USDA (Departameno de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou, na quinta-feira (22), a venda ...
Artigo Leia mais

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados