Artigo - Ouro Safra
Feijão: Encontro de produtores em Paracatu
Buscando no histórico, vemos que sempre após fortes altas de preços encontram-se, ainda que temporariamente, consolidados em um patamar. Os produtores, em sua grande maioria, optam em aguardar. Aqui e ali acontecem negócios pouco abaixo dos R$ 400. Mas há compradores ofertando, logicamente, preços bem abaixo. Será que é combinado? Pouco provável.

Se fosse meia dúzia de compradores talvez chegassem a um acordo. O que acontece é que estão aguardando que as reposições por parte do varejo ocorram, e vão acontecer. Portanto, os produtores que aguardam para vender, quando isso ocorrer, não vão se arrepender se o que esperam são os valores superiores. É bastante cedo para este alerta, mas não é demais.

Quem tem Feijão acertou na mosca ao ter plantado e ter hoje estoques. Mas acertar em cheio o maior preço do ano daí é acertar no olho da mosca. Desse modo, o preço médio não pode ser esquecido como a melhor estratégia.

Fonte:Notícias Agrícolas
Tomate: Preços despencam nas roças. 20/10/2019
Na parcial desta semana (14 a 17/10), os preços do tomate salada longa vida 2A recuaram signif...
Artigo Leia mais
Granizo em Lagoa Vermelha/RS atinge áreas de trigo, aveia, milho, batata e hfs. 19/10/2019
A chuva de granizo que atingiu o Rio Grande do Sul na última quinta-feira (17) foi responsáve...
Artigo Leia mais
Abelhas são mais produtivas nas cidades. 18/10/2019
As abelhas polinizam as plantas com mais frequência na cidade do que nas zonas rurais, embora ...
Artigo Leia mais
Feijão: Reposição para o varejo está em ritmo menor do que o normal 17/10/2019
A reposição para o varejo está ocorrendo em ritmo menor do que o normal. Não é só para o ...
Artigo Leia mais

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados