Notícia - Ouro Safra
Café: Mercado inicia sessão mantendo altas expressivas em NY

O mercado futuro do café inicia mais uma sessão de altas expressivas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Às 08h30 (horário de Brasília), os principais contratos registravam altas de até 335 pontos. 

A variação mais expressiva era registrado no dezembro/19 com alta de 335 pontos e negociado a 123,95 cents/lbp, março/20 subia 65 pontos, cotado a 125,50 cents/lbp, maio/20 subia 70 pontos, cotado a 127,70 cents/lbp e julho/20 registrava alta de 60 pontos, cotado a 129,40 cents/lbp. 

As altas acontecem depois de uma nova estimativa de safra ser divulgada pela Coex Coffee International, que afirmou na terça-feira (4)  que a safra brasileira de café estará mais próxima de 54 a 55 milhões de sacas, abaixo da previsão de 58 milhões de sacas do USDA. 

Para o analista de mercado Eduardo Carvalhaes, do Escritório Carvalhes, as altas expressivas mais uma vez, fazem parte do cenário que o produtor de café vem encontrando há duas semanas de variações expressivas, após enfrentar os preços tão abaixo do esperando ao longo do ano. 

Destaca ainda que por se tratar de um mercado de muita volatividade, vários fatores podem ter influenciado as altas. "Existe o sentimento de que o mercado está subindo porque o Brasil está embarcando bem e já sabemos que a próxima safra será de ciclo alto, porém abaixo da safra/2018", explica. 

No Brasil, o mercado interno acompanhou o exterior e também registrou algumas variações. Segundo Carvalhaes, as altas por aqui são mais tímidas, mas os negócios também são fechados.

O tipo 6 duro teve alta de 2,29% registrada em Guaxupé/MG, estabelecendo os preços por R$ 535,80. Em Poços de Caldas/MG a alta foi de 1,96%, por R$ 520,00. Já em Araguarí/MG a movimentação foi mais expressiva, com alta de 4,85% e precificado por R$ 540,00. Patrocínio/MG a alta foi de R$ 530,00. 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas 

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados