Notícia - Ouro Safra
Café: Semana inicia com baixas nos principais contratos em Nova York

O mercado futuro do café arábica inicia a semana com baixas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Por volta das 9h05 (horário de Brasília), desta segunda-feira (13), os principais vencimentos tinham baixas de até 215 pontos.

Março/20 registrava baixa de 215 pontos, cotado a 166,80 cents/lbp, maio/20 desvalorizava 210 pontos, negociado a 119,20 cents/lbp, julho/20 registrava queda de 210 pontos, negociado a 121,50 cents/lbp e setembro/20 registrava baixa de 210 pontos, cotado a 123,60 cents/lbp.

O mercado volta a registrar baixas após encerrar a última semana com altas em Nova York. No Brasil, o mercado interno teve uma sexta-feira (10) tranquila e poucas variações foram registradas.

O tipo 4/5 manteve a estabilidade nas principais praças produtoras. Poços de Caldas/MG manteve o valor de R$ 510,00, Varginha/MG manteve R$ 505,00 e Franca/SP também não registrou variações, mantendo o valor de R$ 510,00.

O tipo 6 duro registrou baixa apenas em Maringá/PR, de 3,57% e estabelecendo os preços por R$ 405,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 516,00, Poços de Caldas/MG por R$ 500,00, Patrocínio/MG por R$ 490,00, Varginha/MG por R$ 500,00 e Espírito Santo do Pinhal/SP por R$ 500,00.

O tipo cereja descascado não registrou variações nas principais praças produtoras do país e manteve a estabilidade em Guaxupé/MG, por R$ 561,00, em Poços de Caldas/MG por R$ 570,00, em Patrocínio/MG por R$ 540,00 e em Varginha/MG por R$ 515,00.

Veja como fechou o mercado na sexta-feira (10):

Café: Contratos futuros encerram a semana com altas em NY; mercado interno tem pouca variação nesta 6ª

O mercado futuro do café arábica encerrou a sessão desta sexta-feira (10) com altas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os principais contratos finalizam a semana com valorização de até 165 pontos.

Março/20 registrou alta de 160 pontos, negociado a 118,95 cents/lbp, maio/20 subiu 121,30 cents/lbp, julho/20 também teve alta de 160 pontos, cotado de 123,60 cents/lbp e setembro/20 teve alta de 165 pontos, encerrando as negociações por 125,70 cents/lbp.

Os contratos encerram a semana em alta, após iniciar a sexta-feira com movimentações técnicas em Nova York.

Durante esta semana os contratos futuros voltaram a registrar baixas expressivas após o IBGE apontar que a estimativa da produção do arábica é de 2,5 milhões toneladas ou 42,2 milhões de sacas de 60kg, números que representam um aumento de 22,1% em comparação ao ano passado.

"A safra 2020 do café arábica é de bienalidade positiva, ou seja, ano em que as plantas estão recuperadas. Fisiologicamente, uma vez que a produção do ano anterior foi menor. Além disso, os preços do produto recuperaram-se a partir do final de 2019, o que deve incentivar os produtores a aumentarem os investimentos em tratos culturais e adubação", informou o Instituto.

No Brasil, o mercado interno teve uma sexta-feira (10) tranquila e poucas variações foram registradas.

O tipo 4/5 manteve a estabilidade nas principais praças produtoras. Poços de Caldas/MG manteve o valor de R$ 510,00, Varginha/MG manteve R$ 505,00 e Franca/SP também não registrou variações, mantendo o valor de R$ 510,00.

O tipo 6 duro registrou baixa apenas em Maringá/PR, de 3,57% e estabelecendo os preços por R$ 405,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 516,00, Poços de Caldas/MG por R$ 500,00, Patrocínio/MG por R$ 490,00, Varginha/MG por R$ 500,00 e Espírito Santo do Pinhal/SP por R$ 500,00.

O tipo cereja descascado não registrou variações nas principais praças produtoras do país e manteve a estabilidade em Guaxupé/MG, por R$ 561,00, em Poços de Caldas/MG por R$ 570,00, em Patrocínio/MG por R$ 540,00 e em Varginha/MG por R$ 515,00.

Fonte: Notícias Agrícolas



Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados