Notícia - Ouro Safra
Cultura do sorgo é destaque durante atividade técnica em Iraí
Produtores rurais e técnicos interessados na cultura do sorgo participaram da atividade organizada pela Atlântica Sementes, Ferticel e BS Agronegócios, com apoio da Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e a Slavieiro Agronegócio. O encontro técnico foi realizado na propriedade da família Biribio, interior de Iraí, restrito a poucos participantes, seguindo os protocolos e medidas sanitárias necessárias para prevenção da Covid-19.
Nós seguimos com o trabalho a campo, tomando todos os cuidados para garantir a segurança dos extensionistas e das famílias do meio rural. Esse modelo de atividade, realizado em área externa e com restrição de participantes, é um dos formatos que estamos adotando para dar seguimento às ações de campo, para garantir que as famílias de agricultores recebam assistência técnica adequada e que as atividades agropecuárias continuem sendo realizadas, com enfoque na produção de alimentos e oferta de produtos de qualidade para o abastecimento das famílias, o que contribui para a saúde de toda a população, relatou o gerente regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Luciano Schwerz, que também participou da atividade.
O objetivo do encontro técnico foi apresentar aos produtores uma nova alternativa de rentabilidade na agricultura. De acordo com informações da Embrapa, o sorgo tem sido uma excelente opção para produção de grãos e forragem em todas as situações em que o déficit hídrico e as condições de baixa fertilidade dos solos oferecem maiores riscos para outras culturas, a exemplo do milho. Do ponto de vista de mercado, ainda segundo a Embrapa, o cultivo de sorgo em sucessão a culturas de verão tem contribuído para a oferta sustentável de alimentos de boa qualidade na alimentação animal e com baixo custo.
A atividade realizada no município de Iraí aponta a retomada de algumas ações de campo. A Emater/RS-Ascar segue realizando seu trabalho de Assistência Técnica, levando às famílias que vivem no meio rural informação, orientação e apoio para o desenvolvimento das atividades produtivas. Essa retomada de atividades acontecerá de forma gradual, conforme a possibilidade dos municípios, atentando à segurança dos técnicos e dos agricultores, prezando pela saúde de todos, e, ao mesmo tempo, garantindo a continuidade das atividades agrícolas, pensando no desenvolvimento social e econômico das famílias rurais e de toda a região, completou Schwerz.
Fonte: Agrolink

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados