Notícia - Ouro Safra
Milho: Chicago registra leves quedas nesta quinta-feira no aguardo do USDA

A quinta-feira (09) chega ao final com os preços internacionais do milho levemente mais baixos na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram perdas entre 0,50 e 1,25 pontos ao longo do dia.

O vencimento março/20 foi cotado à US$ 3,83 com queda de 1 ponto, o maio/20 valeu US$ 3,90 com desvalorização de 1,25 pontos, o julho/20 foi negociado por US$ 3,96 com baixa de 1 ponto e o setembro/20 teve valor de US$ 3,97 com perda de 0,50 pontos.

Esses índices representaram quedas, com relação ao fechamento da última quarta-feira, de 0,26% para o março/20, de 0,26% para o maio/20, de 0,25% para o julho/20 e de 0,25% para o setembro/20.

Segundo informações da Agência Reuters, os contratos de milho diminuíram quando os investidores ocuparam posições à frente de um relatório de oferta e demanda do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que será divulgado na sexta-feira (10).

Os mercados de grãos estão aguardando os relatórios do USDA de sexta-feira, agendados para serem lançados às 11 horas (horário de Brasília), que devem mostrar colheitas menores de milho e soja nos EUA em 2019, estoques menores de grãos e menores plantios de trigo de inverno nos Estados Unidos.
“É o dia anterior ao relatório e os traders estão apenas disputando, basicamente avaliando as posições”, disse Craig Turner, corretor de commodities da Daniels Trading.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas nesta quinta-feira, o analista de mercado da Germinar Consultoria, Roberto Carlos Rafael, apontou que o relatório do USDA desta sexta-feira (10) não deve alterar muito as movimentações do mercado, que deve registrar cotações estáveis até o dia 20 de fevereiro, quando os primeiros números sobre a próxima safra americana começarem a ser especulados.

Fonte: Notícias Agrícolas 


Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados