Notícia - Ouro Safra
Milho: enquanto oferta segue restrita, preços se mantêm elevados no mercado brasileiro
O mercado brasileiro de milho retornou do final de semana estendido pelo feriado mantendo o cenário de preços firmes. As cotações seguem avançando com a oferta restrita aos compradores. A preocupação com o clima para a safra de verão garante sustentação aos preços.
Cogo: não falta milho no Brasil, mas há restrição de oferta de vendedores
Nos EUA, 61% das lavouras de milho apresentam boas e excelentes condições.
No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 69/72 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), o valor chegou a R$ 68/71 a saca.
No Paraná, a cotação ficou em R$ 65/68 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o valor chegou a R$ 68,50/70 na Mogiana. Em Campinas CIF, o preço foi de R$ 70/72 a saca.
No Rio Grande do Sul, a saca foi negociada a R$ 70/72 em Erechim. Em Minas Gerais, o valor ficou em R$ 64/66 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 61 – R$ 65 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, a cotação chegou a R$ 58/60 a saca em Rondonópolis.
Chicago
A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou a sessão desta terça com preços mais altos. O mercado refletiu os sinais de demanda para o cereal norte-americano, em compasso de espera para o relatório de evolução da colheita de milho do país, que será divulgado nesta terça pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.
As inspeções de exportação norte-americana de milho chegaram a 632.184 toneladas na semana encerrada no dia 8 de outubro, conforme relatório semanal divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Analistas esperavam o número em 775 mil toneladas.
Na semana anterior, haviam atingido 884.157 toneladas. Em igual período do ano passado, o total inspecionado foi de 480.647 toneladas. No acumulado do ano-safra, iniciado em 1o de setembro, as inspeções somam 4.319.958 toneladas, contra 2.506.319 toneladas no acumulado do ano-safra anterior.
Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) a venda de 110.000 toneladas de milho para o México. A entrega está programada para a temporada 2020/21.
Os contratos de milho com entrega em dezembro fecharam a US$ 3,91, com alta de 2,25 centavos, ou 0,57%, em relação ao fechamento anterior. A posição março de 2021 fechou a sessão a US$ 3,99 por bushel, ganho de 2,50 centavos de dólar, ou 0,63%, em relação ao fechamento anterior.
Fonte: Canal rural

Ouro Safra® 2012. Todos direitos reservados